quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Barragem de Fridão (Amarante) - Estudo de Impacte Ambiental (EIA): As verdades caladas... O que eles não gostavam que se soubesse

Barragens de Fridão (Amarante) - Estudo de Impacte Ambiental (EIA)
As verdades caladas… O que eles não gostavam que se soubesse...



Barragem de Jusante (Borralheiro-Fridão)

…“Relativamente à barragem de Jusante, devido à sua maior oscilação que pode atingir os 9 metros, esses impactes serão de magnitude elevada, significativos, certos, locais, directos, permanentes e irreversíveis.
Em qualquer circunstância, e em todas as situações, os volumes turbinados dão origem a variações relativamente rápidas dos níveis de água na albufeira de jusante, o que não permite o seu uso para qualquer outro fim…”

>> Neste caso o impacte é tão negativo que os técnicos recomendam a arborização de certos espaços, para impossibilitar a observação da albufeira a partir da Estrada Nacional 312.


Sismicidade Induzida

…“tendo em conta que o Escalão Principal poderá atingir a altura de 102 m, torna-se necessário considerar a possibilidade da respectiva albufeira poder dar origem a sismos induzidos pelo seu enchimento…”

>> Mas a situação não se altera se a altura se ficar pelos 97 metros(!) Por isso temos de nos preparar para eventuais tremores de terra, ocasionados pelo enchimento da albufeira! (que ninguém nos garante não virem a acontecer!)


Avaliação de Qualidade da Água no Âmbito da Directiva Quadro da Água (DQA)

“Deste modo e em relação às alterações introduzidas no Rio Tâmega pelas albufeiras do Escalão Principal e de Jusante na qualidade da água, os impactes serão negativos, de magnitude elevada, directos e serão permanentes, certos e irreversíveis.”

>> E assim lá se vai o melhoramento da qualidade da água no centro urbano, que nos vinham a prometer, e não demora, o melhor será subir a cota do Torrão aos 65m!


Flora

“De um modo geral, os impactes na flora e vegetação na fase de construção (e não só - digo eu…) classificam-se de negativos, de magnitude elevada, permanentes, irreversíveis e significativos.”

>> Isto apesar de os técnicos, no EIA, tudo terem feito para minimizar a qualidade e diversidade ambiental da região afectada!


Fauna

“…os impactes na Fauna são classificados de negativos de magnitude moderada, permanentes e irreversíveis, sendo directos, certos e imediatos. São em geral classificados de significativos e são minimizáveis e compensáveis…”

>> E tudo isto se vai passar apesar de se reconhecer que:

“De uma forma geral, pode considerar-se que o Aproveitamento Hidroeléctrico do Fridão tem impactes significativos no ambiente aquático, tanto mais que se desenvolve num troço do rio que, como foi referido na caracterização da situação de referência, está bastante bem preservado e com uma boa qualidade ecológica.”


Captações de água a jusante das barragens (minas, poços e nascentes)

“Variação do nível freático a jusante da barragem por retenção de água a montante da mesma – durante o enchimento gradual inicial da albufeira, irá ocorrer uma diminuição do caudal normal no rio Tâmega pelo facto de água passar a estar armazenada na albufeira.
Este facto poderá ter um efeito temporário no nível freático dos aquíferos localizados para jusante da barragem, provocando o seu rebaixamento. Este rebaixamento também poderá conduzir a um aumento do fluxo de água subterrânea dos aquíferos para o curso de água. Tal significa que passaremos a ter menor quantidade de água armazenada e disponível nos aquíferos localizados a jusante da(s) barragem(ns).
Este é um impacte negativo, que pode ser significativo mas com uma magnitude relativamente reduzida. A sua duração será temporária, de efeito local, uma vez que a área a jusante que venha a ser afectada é diminuta, com incidência indirecta, reversível e com efeito a médio prazo. Este impacte, negativo, sendo difícil de minimizar, pode ser compensado.”

>> Com isto lá cai a mentira de que em Fridão iríamos ter uma maior disponibilidade de água nos nascentes, naturais ou resultantes de explorações!

Vai haver menos água para consumo e rega e seguramente de pior qualidade!

Estes são alguns dos impactes significativos que irão alterar de forma radical a vida das populações.


António Aires, in Força Fridão - 15 de Fevereiro de 2010


Sem comentários: