terça-feira, 23 de março de 2010

Ambiente - Programa Nacional de Barragens: População manifesta-se contra barragens no Alto Tâmega






Ambiente - Programa Nacional de Barragens
População manifesta-se contra barragens no Alto Tâmega


Ricardo Marques, da Quercus, diz que «há muita gente» contra a construção destas barragens, cujos benefícios serão poucos e os prejuízos serão muitos.

A população do Alto Tâmega manifesta-se, este sábado, em Amarante, contra a construção de seis novas barragens na região, um protesto que terá também a participação de ambientalistas e associações socio-económicas.

«Apresentamos um parecer negativo contra o estudo de impacto ambiental das duas barragens do Fridão e encontrámos aqui a população local bastante movimentada e uma série de outras organizações e mesmo representantes da canoagem, turismo e vitivinicultura que estão contra a barragem», explicou Ricardo Marques.

À TSF, este dirigente da Quercus, que diz «há muita gente» contra a construção destas barragens, não está convencido com o aumento de 1,6 por cento na produção de energia que se conseguirá casos este projecto seja levado por diante.

«Os benefícios que estas barragens trazem são demasiado fracos. Representam apenas 1,6 por cento de electricidade. Estão completamente sobredimensionados em termos de necessidade de reserva de água», lembrou o ambientalista.

Ricardo Marques adiantou, por outro lado, que «os prejuízos são muito avultados», já que «seis barragens na sub-bacia do Tâmega vão inundar imenso solo, para as águas bravas que alimentam o turismo e o desporto e afectar imenso a biodiversidade e essencialmente a qualidade da água».

Ricardo Marques (Movimento «Salvar o Tâmega»), in TSF - 13 de Março de 2010

Sem comentários: