domingo, 31 de janeiro de 2010

PNBEPH - Barragem de Fridão: Sobre o debate da Comissão de Acompanhamento da Barragem

PNBEPH - Barragem de Fridão
Fridão

A sessão de esclarecimento de hoje foi da responsabilidade, mais uma vez, de técnicos da EDP. Sendo que na sessão do passado dia 27 foram levantadas questões relacionadas com a possibilidade de oscilação de 9 metros do nível das águas na freguesia de Fridão e a questão da sua periodicidade, informação que os senhores representantes da EDP nem tocaram durante a apresentação do projecto, e que no dia 27 ficou apenas com umas respostas vagas e cheias de ses e mas, hoje foi finalmente esclarecida a situação já que estas informações foram-nos facultadas com bonequinho animado e tudo.
Fridão teve, até agora, a sorte de contar com uma ligação íntima com o rio, com praias fluviais concorridas no Verão, pista de canoagem muito usada por atletas amarantinos, num troço do rio francamente bonito, atraente e apetecível.
Fridão tem o azar de ficar, "agora", exactamente ensanduichada entre os dois escalões da barragem de jusante e da barragem de montante, a construir no rio Tâmega, exactamente nesta freguesia.
Os impactes negativos que esta freguesia de Amarante vai sofrer, que os seus habitantes vão sofrer na pele, serão pesadíssimos. E quando digo pesadíssimos quero mesmo dizer pesadíssimos.
Hoje foi-nos apresentado o esquema de funcionamento das barragens e meus deuses!, Fridão gramará com oscilações diárias do nível da água de 9 metros e estes 4 km de extensão, entre os dois escalões, serão, por certo, os mais sacrificados ao nível de todo o vale do Tâmega.
Isto não vai ser nada bonito de se ver. Nada bonito de se ver!
Obrigada, Aires, por obrigares estes senhores a divulgarem aquilo que, por certo, gostariam de esconder.


Anabela Magalhães, in Anabela Magalhães - 30 de Janeiro de 2010

Sem comentários: