sábado, 16 de janeiro de 2010

PNBEPH - EDP não abandona planos para novas barragens







Eléctrica lembra ter aprovação de Bruxelas
EDP não abandona planos para novas barragens


Os projectos de construção de novas barragens em Portugal vão ser concretizados, mesmo que os protestos dos ambientalistas se venham a intensificar.

A EDP garante que tem cumprido todas as normas ambientais e que não tem dúvidas de que o plano hidroeléctrico é para levar até ao fim. António Mexia, presidente da EDP, lembra que os projectos resultam de uma aprovação feita não só a nível nacional, mas também pela Comissão Europeia.

Ontem, a EDP lançou um novo projecto na área da produção de energia hidroeléctrica com o reforço de potência de Venda Nova III (Vieira do Minho). A construção da nova infra-estrutura foi ontem lançada e será concretizada pelo consórcio MSF, Somague, Mota-Engil e Sple Batignolle.

Venda Nova vai tornar-se a barragem com maior potência instalada em Portugal, com mais de mil megawatts. O reforço de potência vai ser feito através de uma central subterrânea, escavada na rocha, que vai tirar partido das albufeiras já existentes em Salamonde.

A nova infra-estrutura entra em funcionamento em Maio de 2015 e vai criar 2000 postos de trabalho, dos quais 500 directos. O investimento feito pela EDP ascende a 350 milhões de euros.

Samuel Silva, in Público - 14 de Janeiro de 2010

Sem comentários: