terça-feira, 29 de junho de 2010

Chumbo do Ministério: Mexilhão trava uma das quatro barragens do Alto Tâmega





Chumbo do Ministério
Mexilhão trava uma das quatro barragens do Alto Tâmega

A espécie de mexilhão de rio do norte está protegida por legislação nacional
e europeia depois de ter chegado a ser dada como extinta em Portugal há 24 anos

O Ministério do Ambiente chumbou a barragem de Padroselos devido à descoberto no Rio Beça (concelho de Boticas) de mexilhão de rio do Norte, uma espécie rara que se chegou a julgar extinta há 24 anos. Esta barragem faz parte das quatro barragens da cascata do Alto Tâmega já concessionadas aos espanhóis da Iberdrola por 303 milhões de euros.

Especialistas vinham defendendo que era "praticamente impossível" conciliar a sobrevivência do mexilhão ‘margaritifera margaritifera' com o funcionamento da barragem de Padroselos.
De acordo com fonte oficial do Ministério do Ambiente, a Declaração de Impacte Ambiental (DIA) das quatro barragens foi assinada esta segunda-feira e, além de cancelar a construção da barragem de Padroselos, condiciona as outras três barragens - "sem comprometer a produção hidroelétrica anual" - sendo imposto o uso das cotas mais baixas propostas no Estudo de Impacte Ambiental (EIA).

Com a concessão da exploração das barragens aos espanhóis decidida para 65 anos, a Declaração de Impacte Ambiental aponta várias medidas de compensação sócio-económicas e ambientais para a região.

Espécie rara julgada extinta em 1986

A espécie de mexilhão de rio do Norte está protegida por legislação nacional e europeia depois de ter chegado a ser dada como extinta em Portugal há 24 anos, em 1986.

Já se sabia da existência da ‘margaritifera margaritifera' nos rios Rabaçal, Tuela e Mente (na parte ocidental do Parque Natural de Montesinho) e no Paiva, Neiva e Cavado. Agora, com este novo estudo (EIA), passou a saber-se que o mexilhão de rio existe também no Rio Beça.

De acordo com os especialistas, a construção da barragem de Padroselos levaria à eliminação da colónia do Beça, pelo que o EIA sugere esse "cenário alternativo do projecto" da cascata do Alto Tâmega, apenas com as restantes três barragens.


in RTP - 22 de Junho de 2010

Sem comentários: