sábado, 12 de dezembro de 2009

PNBEPH - António Mexia: "A maneira mais eficiente de armazenar energia é a água"





.
..
António Mexia, CEO da EDP, especialista na destruição de rios e ecossistemas
"A maneira mais eficiente de armazenar energia é a água"
.

António Mexia, presidente executivo da EDP
David Clifford

A Comissão Europeia apontou duras críticas ao Plano Nacional de Barragens, sobretudo pelas consequências que a construção dos projectos teria na qualidade da água dos rios. Como vê estas acusações?

Não devemos prender-nos a um único estudo. Já foram feitos vários. A questão da qualidade da água não está ligada à existência ou não de barragens, pelo contrário. A única coisa que as barragens permitem ver com maior equidade e rapidez é se há problemas na água. O debate tem de ser esclarecedor e totalmente transparente, para evitar demagogias.


Há argumentos a favor da construção das barragens?


No momento em que se fala que as barragens poderiam ter menos interesse, pela possibilidade de a chuva diminuir - que é uma coisa ainda por provar - elas ganham novas valências. A grande questão da energia, actualmente, é a armazenagem. E a maneira mais eficiente de armazenagem de energia é, actualmente, a água.


E no que respeita à energia do vento, mais dificilmente armazenável?

Acredito que Portugal precisa drasticamente do desenvolvimento da hídrica para a progressão do seu potencial eólico.

Mariana de Araújo Barbosa, in ionline - 25 de Novembro de 2009

Sem comentários: