sexta-feira, 28 de maio de 2010

Dia Mundial da Energia na EB 2,3 de Vila Caiz: «A Barragem de Fridão e os impactes sobre a cidade de Amarante»

Dia Mundial da Energia na EB 2,3 de Vila Caiz
«A Barragem de Fridão e os impactes sobre a cidade de Amarante»


Entre as actividades pedagógicas alusivas ao Dia Mundial da Energia (29 de Maio) – exposição de cartazes sobre a temática energia, elaboração de trabalhos sobre o tema, palestra sobre «Desenvolvimento Sustentável» e projecção de filmes realizados pelos alunos – hoje, 28 de Maio (Sexta-feira), a escola EB 2,3 de Vila Caiz leva a efeito um debate sobre a «Barragem de Fridão e os impactes sobre a cidade de Amarante».

Socialmente colocados perante a execução do Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico (PNBEPH), uma das mais sérias problemáticas locais e regionais que algum governo colocou ao concelho de Amarante e à região, configurada na concessão da Barragem de Fridão à empresa EDP, S.A. – projectada para o leito fluvial do rio Tâmega 6 quilómetros a montante da cidade de Amarante –, a escola tem em vista proporcionar o esclarecimento na sua comunidade educativa, contribuir para que os alunos elaborem a sua própria opinião sobre o tema e chamá-los a intervir em questões actuais que são do interesse geral da comunidade.

A sessão que a EB 2,3 de Vila Caiz realiza no auditório da escola para professores e alunos do 9.º ano de escolaridade conta com a colaboração do Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega (MCDT), representado por José Emanuel Queirós, onde vai expor os argumentos relativos ao designado «empreendimento hidroeléctrico de Fridão», tanto em consequências para o Tâmega – Água, rio, vale, paisagem, solos, regimes hídricos, sustentabilidade – como para a segurança das pessoas e da cidade de Amarante.

Sem comentários: