quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Bloco de Esquerda - Programa eleitoral cancela construção da barragem de Fridão

Bloco de Esquerda
Programa eleitoral cancela construção da barragem de Fridão

O Bloco de Esquerda inscreveu no seu programa eleitoral a intenção de se opor à construção de três das barragens previstas no Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico, aprovado pelo Governo de José Sócrates.

Pode ler-se no programa eleitoral do BE:

"CANCELAMENTO DA CONSTRUÇÃO DAS BARRAGENS DO RIO SABOR, TUA E FRIDÃO
A barragem prevista para o rio Sabor, o último rio selvagem em Portugal, é irrelevante para a produção de energia eléctrica, não serve para o abastecimento humano ou para a irrigação de campos agrícolas, não terá um contributo visível no cumprimento das metas nacionais estabelecidas no Protocolo de Quioto nem sequer serve para a regularização dos caudais do Douro. Deve ser por isso cancelada. O mesmo se aplica à barragem do Tua, que destruirá uma via-férrea histórica única, e à barragem de Fridão, que afecta gravemente a população de Amarante."

in Por Amarante, Sem Barragens - 22 de Setembro de 2009

Sem comentários: