sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Tâmega - Terras de Basto: Ribeira de Pena a água e fogo

Tâmega - Terras de Basto
Ribeira de Pena a água e fogo


Do que se soube ao findar da tarde, a borrasca do dia aliviou ribeirapenenses das aflições do fogo, que terá levado 6000 hectares de muita da mais bela paisagem da região. Mas nem só esse elemento consome a alma das gentes de Ribeira de Pena.

Ao inteirarem-se devidamente do viciado processo de concessão das Barragens da Iberdrola, entre elas, a de Daivões, a população tem mostrado inquietação com o futuro. Sabe-se, dos exemplos desse país abaixo, que investimentos destes vêm sempre mascarados de promessas e ilusões por cumprir. Consideradas as perdas que nenhuma compensação suplanta, nomeadamente a privação do uso de um rio, das suas margens e mesmo da albufeira que o poderá substituir, a Assembleia Municipal de Ribeira de Pena, em sessão extraordinária, aprovou, por unanimidade, uma moção que visa clarificar e inverter todo processo. Uma posição de coragem que merece todo o louvor e serve de exemplo a órgãos homólogos noutros concelhos de Basto.


Vítor Pimenta, in O Mal Maior - 2 de Setembro de 2010
Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega (Arco de Baúlhe - Cabeceiras de Basto)

Sem comentários: