sexta-feira, 24 de julho de 2009

MOVIMENTO CIDADANIA PARA O DESENVOLVIMENTO NO TÂMEGA LEVOU A PROBLEMÁTICA DAS BARRAGENS NO TÂMEGA À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

DESTAQUE: BARRAGENS NO TÂMEGA
MOVIMENTO CIDADANIA PARA O DESENVOLVIMENTO NO TÂMEGA LEVOU A PROBLEMÁTICA À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

















Uma delegação do Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega deslocou-se a Lisboa no dia 21 de Julho onde levou à Presidência da República a problemática da barragem de Fridão (Amarante) e as previsíveis consequências para a cidade de Amarante e os Municípios de Basto.

Esta acção surge após a tomada de posição perante o Presidente da Comissão Europeia e do Comissário Europeu do Ambiente, e as diligências efectuadas junto das câmaras e assembleias municipais de Amarante, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto e Mondim de Basto.
A audiência no Palácio de Belém constou da exposição das preocupações existentes nos quatro concelhos do Baixo Tâmega (Amarante, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto e Mondim de Basto), decorrentes do processo de execução do «Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico».
De acordo com os argumentos do «Movimento», a construção da Barragem de Fridão e a constituição da denominada «cascata do Tâmega» levará à artificialização da sub-bacia duriense do Tâmega, à desregulação dos regimes hídricos e dos caudais naturais do Tâmega e seus afluentes Beça e Louredo, à submersão do Vale estrutural, ao sobredimensionamento do valor e volume da água retida em albufeira sobre a cidade de Amarante, factores de potenciação de imponderáveis forças da geodinâmica, em contra-ciclo com a Declaração do Milénio (ONU), a Directiva-quadro da Água, o Plano Nacional da Água, o Plano de Bacia Hidrográfica do Douro, o Programa Nacional para o Uso Sustentável da Água, a Lei-quadro da Água, e demais legislação complementar.
Integraram a delegação do Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega:
Artur Teófilo da Fonseca Freitas (Amarante),
João Diogo Alarcão Carvalho Branco (Mondim de Basto),
Jorge Manuel de Sousa Costa (Amarante),
José Emanuel Mendes Pilroto Coimbra Queirós (Amarante),
José Manuel da Silva Moura (Mondim de Basto),
José Morais Clemente Teixeira (Amarante),
Luís Rua Van Zeller de Macedo (Amarante),
Marco Filipe Vieira Gomes (Cabeceiras de Basto),
Rodrigo Luís Monteiro de Oliveira (Amarante).

DC, in amarante.jornal online - 23 de Julho de 2009

Sem comentários: