sexta-feira, 24 de julho de 2009

AMARANTE: Movimento cívico que se opõe à barragem de Fridão foi recebido pela Presidência da República






AMARANTE
Movimento cívico que se opõe à barragem de Fridão foi recebido pela Presidência da República

Durante a audiência, que durou cerca de hora e meia, os representantes do movimento apresentaram as suas preocupações relativas aos aspectos que consideram negativos para a região afectada pela construção da barragem.

Uma delegação do “Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega”, associação que se opõe à construção da barragem de Fridão, foi recebida no Palácio de Belém pela Presidência da República na passada terça-feira, dia 21.
Durante a audiência, que durou cerca de hora e meia, os representantes do movimento apresentaram as suas preocupações relativas aos aspectos que consideram negativos para a região afectada pela construção da barragem, nomeadamente no plano dos impactes ambientais e na segurança da população da cidade de Amarante.
As preocupações levadas ao Palácio de Belém centraram-se nos custos ambientais e de segurança que recairão sobre os quatro concelhos do Baixo Tâmega (Amarante, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto e Mondim de Basto), considerada pelo movimento como “uma das regiões mais empobrecidas do País.”
Recorde-se que a barragem proposta pela EDP, localizada sensivelmente a seis quilómetros da zona ribeirinha de Amarante, vai elevar-se a uma cota de 110 metros acima da cidade, apresando cerca de 200 hectómetros cúbicos de água na bacia resultante da sua construção.
Adicionalmente, uma segunda barragem com 30 metros de altura está planeada a jusante de Fridão, a cerca de dois quilómetros de distancia da cidade, de forma a controlar o caudal do rio Tâmega.
No encerrar da audiência na Presidência da República, foi anunciado à delegação que o “Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega” será oportunamente notificado dos resultados das diligências que o Presidente da República entender efectuar sobre a matéria.

Paulo Teixeira, in TÂMEGA online - 24 de Julho de 2009

Sem comentários: