domingo, 5 de abril de 2009

GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA PRETENDE SECAR O “ÔLO” E AFOGAR O “TÂMEGA”

GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA PRETENDE SECAR O “ÔLO” E AFOGAR O “TÂMEGA”

O Governo do Partido Socialista do José Sócrates decidiu secar o rio Ôlo, através do transvase das suas águas para a barragem de Gouvães e afogar o rio Tâmega através da barragem de Fridão. Com estas medidas os socialistas vão transformar o nosso rio Tâmega num enorme lago de água podre, e fazer desaparecer do mapa as quedas de água das Fisgas de Ermelo. Depois de nos encerrar metade das escolas, de nos proibir de adoecer durante a semana após as vinte horas e aos fins-de-semana após as dezasseis horas e de não tomar nenhuma medida a nível local para criar postos de trabalho, fixar pessoas e atenuar a desertificação, os socialistas, apoiados no silêncio cúmplice do PSD e do CDS-PP, parecem agora apostados em destruir de uma só vez dois dos nossos três principais pólos de atracção turística, comprometendo desta forma, seriamente, o desenvolvimento do concelho na área do turismo. Esta decisão do Governo socialista é por isso muito grave, uma vez que põe em causa o futuro das novas gerações de mondinenses, e até mesmo, a médio prazo a própria autonomia administrativa do concelho de Mondim. Para tentar contrariar esta pretensão do Governo socialista está a decorrer na Internet um abaixo-assinado, em defesa do Tâmega e do Ôlo, que caso recolha cinco mil assinaturas será obrigatório que o assunto seja discutido na Assembleia da República. É uma das diversas formas de protesto que os mondinenses têm ao seu dispor para fazer ouvir em Lisboa a voz do seu descontentamento. Eu assinei-a e apelo a que você faça o mesmo. Se vamos ou não com isso conseguir impedir a decisão do governo socialista, logo se verá. Mas uma coisa me parece certa: quem luta umas vezes ganha outras vezes perde. Quem não luta perde sempre. E tudo é preferível a aceitar de braços caídos, como se de uma manada de carneiros, tocadas pelo pastor, se tratasse, uma decisão que fere até à raiz a essência da nossa identidade. Os interessados em assinar a petição devem fazê-lo em: http://www.petitiononline.com/PABA/petition.html.
A sua assinatura é importante.

António Martins, in o chato - 23 de Março de 2009

Sem comentários: