sábado, 6 de novembro de 2010

Renováveis: EDP assegura refinanciamento de dois mil milhões de euros







Energias Renováveis
EDP assegura refinanciamento de dois mil milhões de euros

A EDP Renováveis, liderada por Ana Maria Fernandes, opera em 10 mercados mundiais.


A operação de ‘revolving’ envolve 21 instituições financeiras e supera em 400 milhões a anterior linha de crédito.

A falta de vento nos mercados europeus e norte-americano, durante o terceiro trimestre, provocou uma queda nos lucros da EDP Renováveis para 23,1 milhões de euros. Uma redução de 67% face ao mesmo período de 2009, que o administrador financeiro do grupo, Rui Teixeira, em declarações ao Diário Económico, atribui à sazonalidade, característica deste período do ano.

Em contrapartida, o resultado bruto de exploração (EBITDA) do grupo aumentou 28% para 473 milhões de euros. A Europa, onde está presente em sete países, contribuiu com dois terços deste resultado, aos EUA coube a restante fatia.

Com uma carteira de projectos que totalizava em Setembro 31 mil megawatts (MW), a EDP Renováveis promete agora ser mais restritiva. O investimento operacional nos primeiros nove meses totalizou 1.102 milhões de euros, dos quais 390 milhões na Europa e 698 milhões nos EUA. O Brasil gastou 22 milhões de euros, não havendo qualquer referência ao projecto eólico ‘offshore' no Reino Unido, cujo valor é considerado marginal.

A empresa liderada por Ana Maria Fernandes compromete-se, no entanto, a prosseguir o plano de expansão do grupo, reajustando-o às novas condições de mercado.

Ana Maria Gonçalves com Alda Martins, in Económico - 4 de Novembro de 2010

Sem comentários: