domingo, 4 de janeiro de 2009

Barragem de Fridão pode provocar eutrofização do Tâmega




Entre Mondim e Arco de Baúlhe
Barragem de Fridão pode provocar eutrofização do Tâmega

A construção da futura Barragem do Fridão, adjudicada pelo Governo à EDP, poderá ter um forte impacto ambiental nas Terras de Basto, particularmente em Mondim, Celorico e Arco de Baúlhe. A bacia hidrográfica ocupada pela Barragem do Torrão poucos quilómetros a jusante da cidade de Amarante, transformou as águas despoluídas do Rio Tâmega, num “lago verde” e que fere a sensibilidade de quem visualiza o rio, quando se faz a viagem entre o Porto e Mondim de Basto pela A 4, logo depois de passar a portagem de Amarante.

Teme-se agora que o mesmo possa suceder nas Terras de Basto, particularmente em Mondim, Celorico e Arco de Baúlhe quando as águas da futura Barragem do Fridão começarem a submergir para sempre as belas paisagens do Tâmega, daqui a cinco anos.

in O Basto, N.º 46, Ano IV (pp. 1 e 3) - 20 Outubro de 2008