quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

RIO TÂMEGA - INTERNACIONAL: AECT Chaves-Verín manifesta importância de valorizar o rio Tâmega para futura criação de uma reserva transfronteiriça






RIO TÂMEGA - INTERNACIONAL
AECT Chaves-Verín manifesta importância de valorizar o rio Tâmega para futura criação de uma reserva transfronteiriça

A Confederação Hidrográfica do Douro do Ministério de Agricultura e Pesca, Alimentação e Meio Ambiente, com a colaboração da Administração Hidrográfica do Norte de Portugal e o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial – AECT Verín-Chaves, realizaram na quinta-feira passada, dia 2, uma jornada formativa e informativa centrada em aspetos de planificação relativos à gestão da água.  

No encontro, que se realizou na sede da Eurocidade Chaves-Verín, o presidente do AECT Chaves-Verín demonstrou interesse em valorizar o rio Tâmega como eixo  vertebrado deste território transfronteiriço.
António Cabeleira frisou “a importância da coordenação e da gestão conjunta  entre as administrações públicas de Portugal e Espanha” que na sua opinião se “torna fundamental e imprescindível”.

Por seu lado, Diego Lourenzo, vice-presidente do Concello de Verín, salientou os investimentos já realizados nesta área transfronteiriça, através do projeto “VALTAMEGA”, cujo investimento é de 450 mil euros, valor proveniente de verbas próprias e europeias, e que se destinam  à valorização do rio Tâmega. O projeto “VALTAMEGA” compreende várias ações tais como a construção da Ecovia, a criação de zonas eco saudáveis, de rotas de avifauna, de stands e locais de interpretação ambiental, englobando ainda ações de sensibilização, limpeza e análise das águas, a implementação de planos de combate a inundações, entre outras.

O nosso objetivo é bem claro”, explicou Diego Lourenzo: “Trabalhar para que o rio Tâmega seja distinguido, a médio prazo, como reserva da biosfera transfronteiriça. Para tal, precisamos do compromisso dos dois governos, o nosso já o têm”.

A jornada contou com a presença de Diego Lourenzo, vice-presidente do Concello de Verín, António Cabeleira, presidente da Assembleia da Eurocidade Chaves-Verín, Roberto Castro García, subdelegado do Governo em Orense, Juan Ignacio Diego Ruiz, presidente da Confederação Hidrográfica do Douro e Pimenta Machado, da Administração Hidrográfica do Norte.

Este encontro inseriu-se nas ações de informação e formação organizadas pela Confederação Hidrográfica do Douro sobre diferentes aspetos técnicos e legais relacionados com a gestão do Domínio Público Hidráulico. Estas ações decorrem no âmbito do programa “Escolas de Rios”, que pretende promover às administrações locais formação e assessoria em temas relativos à gestão da água (abastecimento, saneamento e depuração) e do território (urbanismo, prevenção de riscos por inundações e ferramentas de gestão educativas). A jornada foi dirigida aos municípios ribeirinhos do rio Tâmega, quer da parte espanhola, quer da parte portuguesa, tendo como referência territorial as cidades de Chaves e Verín.

in Diário Actual - 7 de Fevereiro de 2017

Sem comentários: