quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

NOVA ZELÂNDIA - BARRAGEM: Jovem morre arrastada após abrirem fronteiras da barragem onde nadava







NOVA ZELÂNDIA - BARRAGEM

JOVEM MORRE ARRASTADA APÓS ABRIREM AS COMPORTAS DA BARRAGEM ONDE NADAVA

Central enviou alerta sonoro para avisar que portas da barragem seriam abertas, mas jovem não conseguiu salvar-se a tempo.


Rachael Louise De Jong

Uma jovem de 21 anos morreu enquanto nadava no rio Waikato, na Nova Zelândia, depois de terem sido abertos canais da barragem, sem que esta estivesse à espera.
Rachael De Jong seria uma das quatro jovens que estariam a nadar quando as águas do rio aumentaram. As restantes conseguiram, a tempo, salvar-se mas o corpo de Rachael foi arrastado pela força da corrente. O seu corpo foi recuperado na segunda-feira.
Segundo o Daily Mail, terá tocado durante cinco minutos o alarme que indica que as postas da barragem serão abertas. Durante esse período as jovens tentaram pôr-se a salvo em cima de uma rocha, onde estaria um homem a tentar ajudá-las.
“Não estou certa se ela também tentou saltar ou se a água já estava demasiado elevada, mas ela foi arrastada com uma rapidez impressionante antes de conseguir saltar para a rocha”, conta uma testemunha.
Rachel não sobreviveu ao incidente. Amigos recordam-na como uma jovem sempre de sorriso rasgado.
Já a empresa responsável pelo controlo das barreiras da barragem lembra que existem vários sinais de aviso na zona, que alertam para perigo que é nadar naquela zona do rio.

Andrea Pinto, in Notícias ao Minuto - 8 de Fevereiro de 2017

Sem comentários: