quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Desenvolvimento - Barragens: Três mortos em acidente na barragem de Foz Tua




Desenvolvimento - Barragens
Três mortos em acidente na barragem de Foz Tua


Um desprendimento de rochas nas obras da barragem de Foz Tua provocou a morte de três trabalhadores, naturais de Alijó, Armamar e Cabeceiras de Basto. O acidente ocorreu cerca das 14 horas desta quinta-feira no lado de Carrazeda de Ansiães. Os corpos dos três trabalhadores já foram retirados.


Os três trabalhadores foram apanhados na sequência do desprendimento de uma rocha que embateu numa máquina giratória que se encontrava parada já que o seu operador tinha ido almoçar. A queda da pedra e da máquina provocou um deslizamento de terras e rochas que soterrou os três trabalhadores.

Os dois primeiros corpos a serem retirados estavam num patamar superior mas libertos enquanto que o terceiro trabalhador, retirado já perto do final da tarde, estava coberto pelas pedras da derrocada e obrigou à intervenção de uma retroescavadora.

As vítimas mortais tinham entre 35 e 50 anos e eram naturais de Alijó, Armamar e Cabeceiras de Basto, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real.

No local estiveram durante a tarde 20 bombeiros, GNR e INEM e também um helicóptero da Protecção Civil que aterrou na ponte que atravessa a zona a jusante do local do local onde está a ser construído o paredão da barragem.

Devido à permanência da aeronave nesse local, a ponte, que liga Carrazeda de Ansiães e Vila Flor, ficou interrompida.


Eduardo Pinto, in Jornal de Notícias - 26 de Janeiro de 2012

1 comentário:

Anónimo disse...

Afinal a barragem mata mais que a linha...

Frederico Brotas de Carvalho